Logo
  • Oito vereadores votam contra projeto de aumento da taxa de iluminação pública em Rosário

    Foto: Suerle Mourão

    Na manhã desta quarta-feira (14), realizou-se uma sessão extraordinária na Câmara Municipal de Rosário para a votação do projeto de lei que aumenta a taxa de iluminação pública em até 20% no município, o mesmo é de autoria do poder executivo.
    Em uma sessão bastante tumultuada, com trocas de farpas entre os parlamentares, o vereador Pedrosa Necó entrou com uma emenda no projeto de lei para que fossem alterados alguns pontos, porém durante uma calorosa discussão, a emenda apresentada pelo parlamentar foi rejeitada com oito votos contra.
    Dando continuidade aos trabalhos, os vereadores então decidiram votar  no projeto de lei original enviado pelo poder executivo, que previa o aumento da taxa de iluminação pública do município; segundo a gestão municipal, o projeto se fazia necessário para poder pagar uma dívida cumulativa do município que já perdura por anos, que está acima de R$ 400.000,00; com a aprovação do projeto  a população rosariense pagaria então uma dívida contraída pelo poder executivo.
    Vale ressaltar, que a população rosariense já sofre com a falta de iluminação pública, em vários pontos da cidade e que a Câmara de Vereadores tem enviado diversos requerimentos para tentar resolver esse problema.
    Durante a votação do projeto quatro vereadores optaram por não votar o projeto, foram eles: Pedrosa Necó, Rosendinho, Machado Neto e Anselmo Bruno.
    Os vereadores que votaram contra o projeto foram:
    Jardson Rocha, que usou a tribuna para ressaltar que essa não é uma dívida a ser paga pela população.
    Sandro Marinho, usou de um discurso semelhante e complementou, que a  gestora deveria ir a TV e Radio mostrar a população a real situação e que votaria contra o projeto de lei.  – “Dessa vez eu não irei carregar a culpa de aprovar um projeto que atinge diretamente a população, como da última vez, no projeto do aterro sanitário que até hoje esta casa é culpada pela aprovação deste aterro.”
    Carlos do Remédio, que a pouco tempo em seu discurso  indagou peguntando se poder executivo não queria uma vaquinha para colocar luz nos postes dos bairros, também votou contra.
    E os parlamentares Agenor Brandão, Jonas Magno, Rachid, Ademar do Sindicato, Hamilton Filho, também votaram contra o aumento na taxa de iluminação pública de Rosário.

    1 Comentário

    1. David Matos Diniz disse:

      Parabéns aos que votaram contra, isso só iria aumentar mais ainda a dificuldade financeira de nossa gente, que já sofre tanto.

    Deixe o seu comentário!

  • Anne Boutique

  • Policiais do 27º BPM prende estuprador em Rosário

    Policiais do 27º BPM prende estuprador em Rosário

    Um homem identificado como Walison Rodrigues dos Santos de 28 anos foi preso no início da noite desta segunda-feira (12), pela prática de estupro de vulnerável na cidade de Rosário, no Bairro Lagoa Azul, a vítima tem 17 anos, ela estava voltando da escola em uma bicicleta, quando foi surpreendida pelo indivíduo.A prisão aconteceu após policiais de serviço atenderem um chamado da central, de que ele teria cometido o crime de estupro, no endereço informado, a equipe de serviço foi até o local.

    Posted by Blog do Suerle Mourao on Monday, August 12, 2019
  • 3D INFORMÁTICA

  • A arte da nossa cidade Rosário

  • Assinar blog por e-mail

    Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

    Junte-se a 551 outros assinantes

  • error: Conteúdo Protegido
    %d blogueiros gostam disto: